Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf 2015: comprar o mexicano ou esperar o nacional?

Categorias: 99 Comentários

O Vinícius F., de Minas Gerais, nos escreve informando que "está comprando um Golf Comfortline DSG 14/15 0KMcom pacote Elegance por R$ 78 mil reais - desconto de 7 mil segundo o preço que estava no site da VW". Sua dúvida é: "vale a pena comprar com esse desconto ou é melhor esperar o nacional?"

VW Golf 2016

Ele pondera que "não gostou de saber que o motor será 1.6 MSI e que irá perder outros atributos, como, por exemplo, o câmbio dsg de dupla embreagem", e gostaria de ouvir opiniões se vale a pena comprar o mexicano, ou esperar pelo nacional.

VW Golf 2016

Responder a essa questão sem saber exatamente os preços e especificações do Golf nacional é um tanto complicado. Há, porém, fortes indicativos que o Golf fabricado no Paraná trocará o câmbio DSG pela caixa automática TipTronic de 6 marchas, e também terá a suspensão traseira Multi-link substituída pela de eixo de torção, além de passar a adotar o motor 1.6 MSI Flex nas versões de acesso, e o 1.4 TSi Flex, nos modelo topo.

VW Golf 2016

Diante desse quadro de iminente chegada do modelo nacional, com motor flex, e alterações mecânicas, o que o consumidor precisa estar atento é ao fato de que o mercado automotivo brasileiro tem ampla preferência por modelos com motor flex. Assim, o Golf 7 nacionalizado terá, provavelmente, uma vantagem sobre o mexicano/alemão em termos de revenda, com mais liquidez, e também de menor desvalorização em relação ao Golf atual mono-combustível.

VW Golf 2016

Além disso, a se confirmarem as alterações de transmissão e suspensão (veja detalhes aqui), com o modelo nacional passando a adotar a transmissão automática de seis marchas TipTronic e a suspensão traseira por eixo de torção, é provável que o mercado de usados também incline sua preferência por tais conjuntos mecânicos - independente de considerações técnicas sobre qual é superior a qual.

O consumidor de carros no Brasil é conservador, e tende a valorizar opções que oferecem menor risco e mais previsibilidade. Portanto, entre um modelo importado com conjunto mecânico descontinuado e um nacional que tem perspectiva de um horizonte amplo de produção, é factível supor que a preferência do mercado cairá sobre o último.

Por outro lado, a condição de preço informada, de R$ 78 mil reais por uma unidade mexicana do Golf Comfortline DSG com o pacote Elegance tem desconto sobre os valores sugerido.

Conclusão

Tendo em vista a iminência da chegada ao mercado do Golf nacional, com motor flex, e prováveis alterações mecânicas em relação ao mexicano, o consumidor tende a dar preferência ao modelo produzido no Brasil, que, no mercado de usados, terá mais liquidez e menor desvalorização.

Postagens relacionadas:

99 comentários:

  1. Não espere... Com certeza o DSG é bastante superior ao tiptronic e quem compra um carro deste não está tão preocupado se é flex ou não, até pq a diferença tende a nao ser maior que os 30%. O Golf produzido aqui está sendo capado de um dos seus melhores atributos (powertrain) e este valor é pouco superior ao que será vendido o 1.6 (lixo perto do 1.4 TSI). Uma pergunta, este é um golf vermelho vendido na Recreio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E sendo flex, deve consumir mais na gasolina, apesar de ganhar potência de 150 cv no etanol.

      Se tivesse a opção de um motor somente a gasolina, eu teria feito isso quando comprei meu carro, mas temos que engolir essas porcarias flex.

      Recomendação ao Vinícius: compre o mexicano. Poderá ter custos de manutenção maior no quesito câmbio e suspensão, mas que trará mais segurança e conforto. E dependendo de quanto tempo fica com o carro, tem a garantia de 3 anos, então são, no mínimo, 3 anos de sossego.

      Excluir
    2. Aí depende, RTS!
      Dependendo da concessionária, esses 3 anos de garantia, num eventual problema mecânico, podem representar um suplício, pois grande parte do corpo "técnico" dessas concessionária s, não entendem nadica de nada, ainda mais na mecânica requintada do Golf. E vc fica preso, por força da garantia, à esses "entendidos"!!!
      Mas vai que vc encontra uma concessionária eficiente, com muita sorte, aí vc cai na mão da fábrica que é quem dá a palavra final.
      Aqui no Brasil, infelizmente, consumidor é tratado como cidadão de 2a linha.

      Excluir
    3. Pra quem mora em cidade grande, como SP, acredito que possa contornar o problema, pois tem concessionárias a perder de vista.

      Agora, se o sujeito mora no interior, ou em um estado menor, fica complicado. Tem capital que só tem uma ou duas concessionárias de determinada marca grande.

      Excluir
  2. Na teoria, o que vcs do blog estão respondendo SERIA o correto, mas na prática não é assim. O GOLF é um caso a parte! Quem não é entusiasta, torce o nariz pro GOLF por ele ser um carro de: solteiro, playboy, q chama mta atenção... e por aí vai!
    Já no meio dos entusiatas que é quem vai procurar pelo modelo, saberá que esse GOLF 7 no Brasil está como o Vinho de boa marca: Quanto mais velho(primeiro lote alemão) melhor... assim dizendo, vem o alemão mais completo e melhor que o americano-mexicano e depois o nacional. Acho q ele deve aproveitar e garantir o seu logo, pois a VW já mostrou q está totalmente sem saber administrar essa geração do GOLFno Brasil. A cada ato da montadora vem um equivoco maior q o outro, prejudicando ainda mais as vendas e a visibilidade do produto no mercado e abrindo ainda mais margem pro FOCUS...
    Provavelmente, o GOLF TSI de 150 cavalos será mais caro que o highline de hj e com td de pior e capado q a marca pode proporcionar ao seu consumidor entusiasta!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo. Consumidor comum que não entende do carro costuma torcer o nariz pro design do Golf e os entusiastas deixarão de comprar com essas furadas da VW.

      Excluir
    2. É um pouco mais difícil, mas pode acontecer com o GOLF o q acontece com o i30 da Hyundai, que é o consumidor ganhar RANÇO do produto por causa das políticas administrativas da própria marca. Caso a FORD lançasse um FOCUS turbo e a VW continuasse com essa margem surreal seria questão de meses e a coisa poderia ficar irreversível pro GOLF. Possível, somente, de consertar numa próxima geração. Há rumores fortíssimos que os carros da FORD comecem no ano que vem a ser turbinados e isso seria mt ruim pra VW, mesmo pq está investindo rios de dinheiro num GOLF que é um vira-lata: porte físico de médio com motores de FOX, interior e design que beiram o GOL highline. A FORD deve estar adorando e rezando para q a política com o novo Tiguan seja a mesma, assim, não terá de se estressar com mais um SUV em cima do ECO.

      Excluir
    3. Verdade. Já participei de vários grupos de whatsapp, e o pessoal (não entusiasta) sempre ficava babando o Focus. Então o Hatch médio dos sonhos deles era o Focus, e não o Golf, que é um produto superior mas tem um design racional.

      E consumidor quer ter a alegria de ver todo dia o possante lindão na garagem, e abrir aquele sorriso no rosto, enquanto o Golf cativa no convívio interno, e não na beleza. Entre levar um excelente produto considerado 'sem graça', e outro produto muito bom mas que também desperta a emoção, o consumidor tende a preferir este último.

      Talvez isso diminua um pouco agora, já que o Focus adotou a mesma "cara" do resto da linha Ford, sendo considerado por alguns (principalmente pelos haters) um Fiestão, ao passo que o apelido do Golf também é Golzão.

      Excluir
    4. Entre levar um excelente produto considerado 'sem graça', e outro produto muito bom mas que também desperta a emoção, o consumidor tende a preferir este último.

      Primeiro, Volkswagen sempre deixou claro que não faz carro "engraçadinho". Quem gosta de carros "engraçadinhos" por ir para Ford, Hyundai e Fiat. Na VW, definitivamente, não encontrará carros "engraçadinhos". Golf e Jatta não são engraçadinhos. Ao contrários, são carros TEMIDOS nas pistas, em função de sua performance.
      Se vc está em um Focus ou Fusion e ver um Golf GTI ou Jetta TSi lhe dando farol alto não é nada "engraçadinho". A sua única alternativa é abrir e deixar passar, pois seu carro, Focus e Fusion engraçadinhos, não tem a menor capacidade de acompanhar um golf ou um jetta, e isso não é nem um pouco engraçadinho para você. talvez seja para o dono do golf ou focus....

      Aliás, o "produto muito bom" acima referido é o Focus. Realmente é um produto muito bão. Tão bão que tem quase 2.000 proprietários reclamando publicamente que o câmbio Powershift trava, dá superaquecimento, dá tranco e etc. Veja você mesmo:

      http://www.peticaopublica.com.br/viewsignatures.aspx?pi=P2013N44036

      O Focus é tão "bão" que o 2.0 toma pau de Up! TSI, veja:

      http://www.car.blog.br/2015/08/novo-ford-focus-2016-20-tem-mesmo.html

      E mesmo tomando pau de ups TSi, o Focus 2.0 bebe muito mais que o golf GTI, de 220 cavalos. O Focus usa um motor da década de 90, e é tão "bão" que vem com carroceria toda desalinhada, e é vendido de baciada para locadoras.
      Então, esse é o conceito de "produto bão" do sujeito acima, logo sua capacidade de análise é tão "bão" quanto o Focus.

      Excluir
    5. Eita, que ele apareceu com outra bíblia e falou a mesma baboseira de sempre.

      "Se vc está em um Focus ou Fusion e ver um Golf GTI ou Jetta TSi lhe dando farol alto não é nada "engraçadinho".
      Vamos mudar essa frase para:
      Se vc está em um Focus ou Fusion e ver um Jetta 2.0 AP (santanatec) lhe dando farol alto não é nada engraçadinho, pois o sujeito pagou caro num carro que só não é mais lento que o Renegade.

      Excluir
    6. O rei da contradição:
      "e é vendido de baciada para locadoras"

      "carlos4carros7 de maio de 2014 00:07
      Mais uma prova da superioridade do up! sobre seus concorrentes.
      As locadoras escolhem carros com base em critérios objetivos, que levam em consideração custo de manutenção e reparos, além de economia e durabilidade.
      E sabemos que o up! é bem superior à concorrência nesses quesitos, então tem tudo para ser um sucesso nas vendas de frotistas!"

      Excluir
    7. Renegade realmente é triste. Toma pau até de up! 1.0 mpi
      http://www.car.blog.br/2015/04/renegade-18-flex-at-desempenho-e.html
      Mas quem compra jetta 2.0 está interessado em outras coisas, robustez e etc. Mas continuará a não estar interessado em gracinhas, pois isso definitivamente não se ve na VW. Quer carro engraçadinho, então parta para Hyuindai....Ford...tá cheio de carrinho engraçadinho...

      Excluir
    8. Carlos parece um meninão de 15 anos? Nas pistas? Quais? Interlagos ou Monaco? Todos os carros que você citou são de passeio, a diferença de rendimento entre eles é pífia se compararmos com carros realmente esportivos. Menos, nem menos.

      Excluir
    9. Esse novo focus é o hatch mais sem graça do mercado, parece um Fiestão, além de ser apertadíssimo por dentro (na frente e atrás).

      Excluir
    10. Carlos4contradições, só vale os itens que convêm.

      Excluir
    11. carlos4carros para de comparar carros de diferentes categorias pra provar que a volks é melhor , tem o range rover svr que tem mais potencia que a versão mais fraca do mustang , mas que gosta de carro vai preferir um esportivo do que um suv , é relativo. vai no site da carplace os cara te zoam no comentario.
      nem tenta me ataca pq eu sei que vc é um senhor de 70 anos por ai.

      Excluir
    12. Agora o focus terá um motor mais forte e suspensão traseira multilink contra eixo de torção do golf, além disso este novo golf com câmbio tiptronic, eixo de torção e motor 1.6 de 120cv contra o focus 2.0 powershift.
      Se o golf nacional realmente for lançado tão capado será um péssimo custo benefício, lamentável.

      Excluir
    13. Jetta com Apezão anda mais que Fusion então eu mereço, o único que anda na frente do Fusion é o TSI, e só ganha em desempenho mesmo pq de resto perde em TUDO

      Excluir
    14. "Se vc está em um Focus ou Fusion e ver um Golf GTI ou Jetta TSi lhe dando farol alto não é nada 'engraçadinho'."
      Não é engraçadinho mesmo. É uma atitude ilegal e irresponsável, porque não se deve usar farol alto à toa. Muito menos para exigir a pista para si. Os donos de Jetta e Golf TSI devem ler o Código de Trânsito com mais regularidade.

      Excluir
    15. Essa é a conduta irresponsável do dito "povo culto" que o Carlos tanto prega?

      O Carlos acha que está em uma pista de corrida, em que precisa andar no limite de velocidade (do carro, e não da via) e ultrapassar todo mundo. Mas se o carro for o Jetta AP, pode ser lerdo e beberrão, que pra ele não tem problema. Dois pesos e duas medidas.

      Excluir
    16. Quanto mais velho melhor uma vírgula. O melhor Golf que veio ao Brasil foi o alemão 2015, e não o 2014. Só os alemães 2015 tem DLA (lane assist e Traffic Sign Recognition também, se o sujeito souber habilitar). Só veio uma leva pro Brasil. Esse vale ouro.

      Excluir
    17. Amb,

      Exatamente. Os alemães 14/15 (entre maio e dezembro do ano passado) equipados com o pacote Exclusive ou Premium (Highline ou GTI), vinham, além do ACC com Stop And Go, com o DLA (Dynamic Light Assist), Lane Assist (Assistente para mudança de faixa), Traffic Sign Recognition...fora o freio de mão eletrônico e o sensacional Auto-Hold.

      Excluir
    18. golf chama mta atenção ?! ...parei ai ...

      Excluir
    19. Sinceramente, o novo Focus deixa muito a desejar frente ao novo Golf!

      Excluir
  3. Eu compraria o mexicano sem pensar duas vezes, tendo em vista as inúmeras dúvidas sobre o que mais vão tirar do Golf nacional.

    O Golf mexicano tem o motor 1.4 TSI, que apesar de não ser flex, é extremamente torcudo e o mais econômico da categoria. Duvido que o Golf continue tão econômico ao virar flex.

    O Golf mexicano tem o espetacular câmbio DSG/S-Tronic de 7 velocidades, que o deixa mais rápido que o Golf manual e ao mesmo tempo mais econômico. Quem já dirigiu um Golf/A3/Q3 com o DSG7 sabe que ele é sensacional (trocas em 8ms) muito melhor que o bom e velho Tiptronic.

    O Golf mexicano usa uma suspensão Multilink afiadíssima, o que o deixa mais seguro em altas velocidades e fazendo curvas deliciosamente grudado no chão. A Revista Auto Esporte (no comparativo com o focus) inclusive disse que o Golf 1.4 TSI é o automóvel "não-premium" que faz curvas com mais competência no Brasil.
    Já o Golf brasileiro pode usar uma suspensão por eixo de torção, sem a mesma competência em curvas ou em altas velocidades. Só ver o Corolla, que usa eixo de torção e tem muito rolamento da carroceria em curvas e é instável em altas velocidades.

    Por fim, acredito que o Golf brasileiro vai cair um pouco em qualidade também, dando uma "barateada" e economizando em alguns itens e materiais. Fico com o Golf 1.4 TSI DSG com suspensão Multilink mexicano sem dúvidas!

    ResponderExcluir
  4. Eu compraria o mexicano sem pensar duas vezes, tendo em vista as inúmeras dúvidas sobre o que mais vão tirar do Golf nacional.

    O Golf mexicano tem o motor 1.4 TSI, que apesar de não ser flex, é extremamente torcudo e o mais econômico da categoria. Duvido que o Golf continue tão econômico ao virar flex.

    O Golf mexicano tem o espetacular câmbio DSG/S-Tronic de 7 velocidades, que o deixa mais rápido que o Golf manual e ao mesmo tempo mais econômico. Quem já dirigiu um Golf/A3/Q3 com o DSG7 sabe que ele é sensacional (trocas em 8ms) muito melhor que o bom e velho Tiptronic.

    O Golf mexicano usa uma suspensão Multilink afiadíssima, o que o deixa mais seguro em altas velocidades e fazendo curvas deliciosamente grudado no chão. A Revista Auto Esporte (no comparativo com o focus) inclusive disse que o Golf 1.4 TSI é o automóvel "não-premium" que faz curvas com mais competência no Brasil.
    Já o Golf brasileiro pode usar uma suspensão por eixo de torção, sem a mesma competência em curvas ou em altas velocidades. Só ver o Corolla, que usa eixo de torção e tem muito rolamento da carroceria em curvas e é instável em altas velocidades.

    Por fim, acredito que o Golf brasileiro vai cair um pouco em qualidade também, dando uma "barateada" e economizando em alguns itens e materiais. Fico com o Golf 1.4 TSI DSG com suspensão Multilink mexicano sem dúvidas!

    ResponderExcluir
  5. Um grande problema na minha opniao será a manutençao se um dia vier a dar problema no cambio ou suspensao.

    Mas com certeza vale mais a pena pegar o mexicano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma grande verdade!!! imagina daqui a uns 2 anos o cara ter problema com esse DSG 7, que foi descontinuado do mercado nacional e americano

      Excluir
    2. O DSG7 continuará sendo vendido aqui no Brasil, equipando tanto o Golf Variant 1.4 TSI quanto o Audi Q3 2.0 TSI. O povo fala as coisas sem saber.

      Excluir
    3. O Audi Q3 usa dsg6, o dsg7 pelo jeito vai ficar só no Variant 1.4

      Excluir
    4. Q3 1.4 usa o DSG6.
      Q3 2.0 usa o DSG7.

      Excluir
  6. Ontem vi várias unidades do Golf MSi sendo estocadas no pátio da VW em São José dos Pinhais...

    ResponderExcluir
  7. Iria de alemão usado, mesmo, mas no caso dele, entre o certo e o duvidoso, iria de mexicano, sem dúvida!

    ResponderExcluir
  8. A análise tá muito bem escrita prá ter sido feito pelo 4patas, mas o espírito é o mesmo. Minha recomendação ao leitor Vinicius, de MG, é exatamente oposta: se gostou do Golf, está convicto da escolha e tem dinheiro prá comprá-lo, não espere o nacional. Leve esse mexicano feliz da vida. O nacional só valerá a pena se suas novas versões capadas, com motor 1.6 MSI, câmbio AT6 e suspensão traseira por eixo de torção, chegarem custando menos do que custavam as versões importadas, pois nesse caso teremos o Golf abrangendo uma fatia de mercado maior do que a anterior. Como tudo leva a crer que a VW simplesmente substituirá versões básicas do importado pelas do nacional, elevando os avanços tecnológicos hoje existentes apenas para as versões mais caras, é melhor se garantir logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, bedot RJ. Eu ainda tinha esperanças que a VW trouxesse o freio de mão elétrico, mas com essas notícias, duvido muito. Então não vejo como o brasileiro possa ser superior ao mexicano.

      Melhor ir de mexicano.

      Excluir
  9. Dica é esperar o Nacional sair... E só então, decidir pelos prós e contras. Antes disso não adianta fazer escolha por achismo, isso ou aquilo!
    Decisão ainda mais certa é... Não gaste seu dinheiro agora com isso! Carro para mim é sapato, só um meio de transporte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2. Mesmo porque farão de tudo para desovar o estoque 15/15 e darão descontos até mais expressivos, principalmente para quem puder pagar à vista.
      E se você não puder pagar à vista, repense sua compra. Não se deve criar dívida por causa de meio de transporte. Dívida só se contrai por um bem que lhe trará dividendos futuros, como um imóvel. Carro desvaloriza, dá gasto e dor de cabeça.

      Excluir
  10. Eu compraria o mexicano. Dsg e mult link muito superior!

    ResponderExcluir
  11. Eu compraria o mexicano. DSG e mult link muito superior!

    ResponderExcluir
  12. É.. no mínimo estranho defender que um carro que perde em tecnologia,perde na qualidade,perde no câmbio,perde em motor e perde na suspensão,possa ser melhor que a versão que tem tudo isso e está sendo substituída,porque tem motor "Flex"! Estou tomando birra dessa palavra,de tanto que se exalta uma "tecnologia" em detrimento dos verdadeiros avanços da indústria automobilística mundial,que passam muito longe disso,com turbos,motores menores e muito mais economia usando taxa de compressão calibrada corretamente para o uso de um único combustível,ao contrário dos Flex!Sem sombra nenhuma de dúvida: FUJA DO NACIONAL enquanto é tempo!Mas corre mesmo,antes que eles lancem mais esse desrespeito ao consumidor brasileiro.E que ele encalhe nas lojas,pra VW entender que merecemos mais do que isso!

    ResponderExcluir
  13. Depois de tantos argumentos é óbvio que é melhor levar o up!. Mas barato, econômico...

    ResponderExcluir
  14. Opinião de quem gosta e já teve Golf:
    Golf tem que ser alemão ou mexicano, Golf brasileiro? Não, obrigado.

    ResponderExcluir
  15. Eu iria de importado, tinha um tsi alemão manual e hoje o gti alemão, a qualidade dos materiais são de primeira linha, este sim é um MK7, esse nacional será apenas uma "casca de golf", não duvido nada que ao lançarem realmente acabe perdendo qualidade de acabamento também por exemplo o interior emborrachado, ai me desculpe ir de Focus será a melhor escolha, então quem conseguir encontrar um exemplar alemão ou mexicano ao meu ver terá um novo golf.

    ResponderExcluir
  16. Basicamente, o argumento utilizado foi: revenda. Tá certo que ninguém quer perder dinheiro ao trocar de carro, mas esse argumento não me convence a pegar um carro inferior, e a possível diferença na revenda não deve ser tão grande assim para justificar isso. (Respondi ao comentário errado da outra vez)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu TSI Elegance DSG alemão só valoziza no mercado de usados.
      Os Golf TSI DSG em boas condiçoes, alemão ou mexicano, em dois anos serão disputados no tapa!

      Excluir
    2. Em dois anos serão disputados a tapa, porém depois que acabar a garantia a situação muda completamente, virará um Jetta 2.5.

      Excluir
    3. Leandro,

      Nota-se que vc não tem um Golfão, uma pena.
      Jetta 2.5, beberrão, versus Golf TSI DSG 1.4 litro turbo fazendo 16,5 km/l na estrada e 11,5 na cidade ?
      Concordas comigo, que não tem como comparar. Sds

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Meu comentário foi em relação à manutenção x posicionamento de mercado. Os carros no mercado de usados, por maior qualidade que tenham, desvalorizam-se quando sua manutenção é cara. Sds.

      Excluir
    6. Talvez vc venha a ter razão no caso do Golfão, mas não é o que está acontecendo com o meu, vai completar dois anos no mes que vem e só ganha valor, já perdeu e voltou a ganhar.
      Não vejo razão para carros VW equipados com turbo e DSG desvalorizarem, a fabrica propaga que são mecanismos sem intervenção alguma até 200 mil km rodados, apenas lubrificação seguida conforme manual.
      Não aconselharia (hoje) um Golfão TSI ou Jetta TSI para taxi, mas para particulares, um carro desses com 100 mil km rodados ainda tem meia-vida sem qualquer intervenção. Sds

      Excluir
    7. Eu concordaria com você se o mercado consumidor de usados fosse de pessoas bem instruídas como nós, mas a massa que vai comprar esse carro no futuro não tem noção desses dados. Eu não acredito que o DSG7 caixa seca chegue a 200 mil kms sem intervenção, mas mesmo que chegue, o motor TSI demanda manutenção especial em todo o sistema de alimentação, velas, injetores, compressão, uso de gasolina de boa qualidade, etc. Sds.

      Excluir
  17. Com a situação que nosso país infelizmente se encontra neste momento e que não precisamos ficar repetindo mais do que os jornais já repetem cada dia com notícias piores; se quer e pode trocar de carro o faça logo ou corra o risco de ficar sem ou não poder comprar o outro majorado; o preço desse Golf 14/15 está bom e custou sem dúvida muito mais baixo que o que viria um novo idêntico hoje, inclusive esse desconto concedido em boa parte é o não repasse dos diversos aumentos que o carro já teve nos últimos meses, só semana passada já se falou em 1% a mais na tabela, outra manobra não vista é que baixaram a margem de lucro nesses carros, as lojas estão ganhando menos para vender pelo menos preço, se considerar o dólar de fevereiro/março que deve ser quando esse carro veio do México para o Brasil o dólar fechou março a 3,19 e hoje está flutuando a 3,80, alta de 19%, claro que não representa 100% do custo do carro mas é uma grande parte.
    Mesmo se tornando nacional o índice de componentes importados é grande e influência bastante no preço, fora toda a cadeia de problemas que de uma forma ou de outra encarece, resumindo, nacionalizando não vai acabar barateando ou cobrindo os aumentos.
    golf virar flex é lucro porém adotar o Tiptronic que cobram uns 3.000 a menos, perder opcionais e outros detalhes como adotar pneus de qualidade inferior, não vir com os tapetes, estepe com toda de ferro e etc acaba sendo uma manobra para manter o preço do carro na categoria atual porém entregando um carro inferior.

    ResponderExcluir
  18. Não compra... Segura o dinheiro.... A crise vai aumentar. Quem tem dinheiro vai comprar coisas com preço bom mais adiante

    ResponderExcluir
  19. Daqui a pouco anunciam ele com motor 2.0 de Santana ahahahahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E plataforma misturada, PQ35 na dianteira e do Gol na traseira.
      Triste o que estao fazendo com Golf.
      Lembrei do estado Islamico destruindo reliquias de milhares de anos.

      Excluir
    2. Cara, não dá ideia... E ainda vão falar que é muito melhor do que o 1.4 turbo, pela "confiabilidade" jurássica...

      Excluir
  20. Vinicius,

    Vc já deveria ter fechado negocio, feche agora!
    Um Comfort Elegance DSG por 78 k, 0km, não pense duas vezesr, ligue agora e compre o carro! sds

    ResponderExcluir
  21. Car.Blog, o Golf nacional virá com Sistema Start-Stop ?

    ResponderExcluir
  22. nem um e nem outro, compre um focus que tem melhor CxB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou o Ramonzinho asno, famoso hater do Golf na internet.

      Já tá juntando o dinheiro pra trocar o seu fiesta rocam por um focus desalinhado, mal acabado e com câmbio problemashift (powerShit)? Talvez consiga, haja visto que o focus é o hatch médio que mais desvaloriza do mercado.

      Excluir
    2. Com esse acabamento porco, montagem meia-boca e esse pós-venda Ford medíocre, com esses preços absurdos?
      Não, obrigado!

      Excluir
    3. Eu tenho um Ford, e não sei se dei sorte, mas a concessionária que eu vou é boa, os caras não ficam enrolando. Antes tive um Fiat, e a concessionária era uma porcaria.

      Mas concordo que a montagem das fábricas brasileiras e argentina da Ford precisam melhorar.

      As únicas que tem padrão homogêneo de bom atendimento são algumas marcas premium, além de Honda e Toyota. Elas também têm concessionárias ruins, mas numa escala bem menor.

      Excluir
  23. Fique com o mexicano, comprei este mesmo carro na cor branca pelo mesmo preço 1 mês e meio atrás! É um sonho, um carro espetacular! Certamente muito superior a um golf msi com 120cv, tiptronic e com eixo de torção! O preço está ótimo! Vai fundo!

    ResponderExcluir
  24. tudo leva a pegar o mexicano sem duvida alguma.... estou no mesmo barco, porem to esperando a contra proposta da css, estou vendo um highline com teto, elegance e roda madri, problema que nao estao caprichando no desconto senao ja teria fechado.... só tem um porem nesse carro mas nao vou pensar nisso mas sei que vai acontecer, na hora de revender vai ter forte desvalorização pq a grande maioria dos compradores que sao os que nao ficam pesquisando qual é melhor, é que vai comprar, e como troco de carro geralmente de 3 em 3 anos... sei que terei problemas principalmente por nao ser flex, tenho certeza que daqui 3 anos quando chegar para trocar ja vou escutar, A nao é flex.... é importado com manutenção mais cara, mas vou correr esse risco e pensar nisso la na frente, em questao de carro o mexicano vai estar anos luz a frente do capado nacional, só nao vou fechar se nao chegarem no valor justo pq os caras aqui estao achando que estao com uma joia rara no patio e nao é bem assim tb, de 104 baixaram para 99, muito pouco desconto nesse carro, se chegarem nos 95 ai da para pensar .....

    tem um outro detalhe, o golf este mes esta com taxa zero, este tb é outro motivo que esta me levando a comprar um, pois vou dar mais de 60% de entrada, senao iria novamente no jetta

    ResponderExcluir
  25. Ei, Vinícius, veja só umas coisas:

    - Toyota Corolla - carro mais vendido do planeta. Custa mais de R$ 90k no Brasil, tem versão de R$ 102 mil, e usa suspensão por eixo de torção, e mesmo assim tem um dos melhores acertos de suspensão do mercado, se não o melhor (se levar em consideração conforto). E é fabricado pela empresa que é atualmente a segunda maior montadora do planeta, e era a maior até 2014.

    - VW Golf - 2º carro mais vendido do planeta, fabricado pela maior montadora do planeta, que, no projeto do Golf 7 previu suspensão multi-link e eixo de torção. E transmissão DSG ou Automática, tudo graças à plataforma MQB.

    - As duas maiores empresas do planeta vendem seus carros mais vendidos no planeta no Brasil e o adaptam para a realidade brasileira, sendo OS DOIS (Corolla e Golf) com suspensão por eixo de torção.

    - E mais: o Golf nacional terá uma transmissão da TOYOTA, sim, essa AISIN que fabrica o TipTronic 6 que vem no Golf é de propriedade da TOYOTA. Essa transmissão foi objeto de diversas análises e é considera o melhor câmbio automático convencional do mercado brasileiro.

    Então, veja em quem você vai confiar, nesse bando de orelhas que não têm dinheiro para comprar o Golf, ou nas conclusões dos Deptos de ENGENHARIA das DUAS MAIORES EMPRESAS AUTOMOTIVAS DO PLANETA: Toyota e Volkswagen, sendo que AMBAS usam em seus carros MAIS vendidos no mundo, nacionalizados para o Brasil o mesmo esquema de suspensão: semi-independente por eixo de torção.

    Quem vc acha que tem mais propriedade para avaliar? A Engenharia da Toyota, ou da VW, que está trabalhando há 3 anos na nacionalização do Golf, ou nesse bando de orelha que não sabe diferenciar uma suspensão traseira olhando o carro? Fica a seu critério.

    E, lembre-se, que até pouco tempo atrás, esses orelhas que estão dizendo para você comprar o mexicano são os mesmos que vinham em TODOS os posts de Golf dizer que o "DSG7 é problemático e que faz ruído e retenção", e que a "suspensão traseira multilink do Golf é problemática pois faz barulho".

    Subitamente, esses mesmos orelhas estão, hoje, aqui, falando para você comprar o Golf mexicano, porque, afinal, eles mudaram de opinião, e acham o DSG7 é o melhor câmbio do mundo, e o multi-link, idem.

    Eu, se fosse eu, esperaria o lançamento do nacional. Eu confiaria na engenharia da VWB. Eu sei que, na teria, DSG7 + Multilink é melhor que TipTronic6 + Eixo de torção. Mas DSG7 + Multilink foram projetados para ALEMANHA (7x1 no Brasil). E aqui não é ALEMANHA. Nem nos EUA a VW vende o DSG7....sendo EUA melhor que o Brasil e pior que Alemanha.
    Então, se a engenharia da VW do Brasil, que está há 3 anos estudando o caso, diz que o Golf, para o brasil, é melhor com eixo de torção e Tip6, quem sou eu para duvidar, né?

    A escolha é sua: confiar na Toyota / VW, ou em orelha de Internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou um monte de besteira de novo. Um monte mesmo. Cara, faz assim: não perde seu tempo escrevendo essas bíblias, ninguém te leva a sério. Eu só faço dar risada com seus comentários.

      Você está admitindo, indiretamente, que a VW errou ao trazer Golf alemão e mexicano, pois não é """adaptado"""" às ruas do Brasil.

      Mas espera aí, você sempre elogiou ele, dizendo que a suspensão multilink do Golf e o câmbio DSG eram super confiáveis, o que aconteceu?

      Excluir
    2. Repito: desafio você a desvendar esses haters. Você, que tanto gosta de colar links, prove que Fulano ou Sicrano disse tal coisa outra época e hoje mudou o discurso.

      Excluir
    3. Kkkkkkkkkkkk

      Esse Carlos é uma figura mesmo!

      Excluir
    4. Eu nunca deixei de elogiar o DSG7 e o multilink do Golf. São suas obras de arte em termos de engenharia, muito confiáveis, eficazes e eficientes.
      O que não é confiável é o câmbio Powershift da Ford, usado no Focus, que tem petição de milhares de proprietários dizendo que o câmbio trava, superaquece e deixa na mão, veja abaixo.

      http://www.peticaopublica.com.br/viewsignatures.aspx?pi=P2013N44036

      Agora, sobre DSG7 e Multilink do Golf, tem um problema sim: quem não tem o carro, fica com inveja. O único problema. Não tem petição, não tem carro parado, nada. E tem muitos proprietários satisfeitos, tanto no Brasil, quanto nas demais partes de globo.

      Agora, todo avanço tecnológico de ponta envolve um trade-off em confiabilidade. Então temos DSg7 - alta tecnologia, e alta confiabilidade, já o TipTronic 6, tem tecnologia boa, e altíssima confiabilidade e robustez. A VW, no golf nacional, optou por apostar na robustez e confiabilidade máxima, colocando um cãmbio inquebrável, porém um pouco menos eficiente e tecnológico que o DSG7.
      DSG7 e Tip6 são ambos confiáveis, mas o Tip6 é mais confiável que o DSG7, e o DSG7 mais eficiente e moderno que o Tip6.

      Questão de escolha. Engenheiros da VW escolheram a segunda opção, para o Brasil.
      Os que os orelham escolheram nem interessa, já que nem dinheiro para comprar o carro eles têm.

      Excluir
    5. Podem dizer o que quiserem, mas o Carlos entende do assunto.

      Excluir
    6. Alguma montadora contrate esse analista urgente!!! O que ele está fazendo aqui na internet? Deveria estar empregado no cargo mais alto da maior empresa do mundo!! Um analista desses não se encontra em qualquer lugar!

      Excluir
    7. Quanto malabarismo para explicar essa evidente economia da VW. A questão aqui é unicamente CUSTO.

      Excluir
  26. Ei, Vinícius, tire suas próprias conclusões. E não confie no Carlos Nariz de Pinóquio, pois ele muda de opinião na mesma velocidade em que a VW piora o Golf. Se ela colocar vidros com acionamento à manivela ele vai falar que é a última moda no pedaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vidro à manivela = mantêm os braços tonificados

      Excluir
    2. Estou pensando em trocar meu carro por um fusquinha, acho que é uma boa ideia.
      Ar condicionado? Só vai gastar mais combustível e fazer peso desnecessário.
      Vidros à manivela? Também não tem problema.
      Direção mecânica? Ótima para exercitar os braços.
      Multilink? Brasil não precisa disso.
      Airbag? Não vou bater em ninguém.
      Também não preciso correr, pois "não é a proposta do Fusca".
      E ainda tem o incrível motor boxer refrigerado a ar, que carro tem essa tecnologia revolucionária do século XXII?
      Motor traseiro: um legítimo alemão, quase um Porsche Carrera.

      Qualquer mexânico de esquina vai saber mexer.

      Estou começando a achar que é melhor que o up!


      (contém alto teor de ironia)

      Excluir
  27. Pelo menos vão colocar o confiável Tiptronic. Já imaginou se fizessem como a ford e colocassem um câmbio bomba como o Problemashift (powerShit), que tá dando problema em milhares de Fiestas e milhares de focus e Ecosport?!

    http://www.peticaopublica.com.br/viewsignatures.aspx?pi=P2013N44036

    ResponderExcluir
  28. Vinicius,
    Comprei um dos últimos Comfortline alemães na minha cidade faz 10 meses. O carro é muuuito bom diamicamente, em economia e desempenho.
    O mexicano (tirando o freio de mão Flintstone) é da mesma linhagem. Não pensa duas vezes.
    Boa sorte!

    ResponderExcluir
  29. Pegue o Mexicano! Tenho Highline um há quase dois anos e é excelente! Mas do jeito que vai, daqui há pouco vão colocar o motor 1.6, 8v antigo e dizer que é mais confiável. Estão pelando o carro! Essa estória de confiabilidade pra botar coisa antiga é balela, diminuição de custo e muito provavelmente aumento da margem de lucro!

    ResponderExcluir
  30. quanto a proposta da vw de trazer o golf na versão 1.6 MSI 16V , e uma proposta legal? pra quem tem dinheiro definitivamente não, e que comprou um gouf tsi 1.4 ou um gti caríssimo, por que ele vai se deparar na rua com modelo muito inferior ao dele. já pra quem não tem muita grana essa versão foi uma excelente ideia da vw. por que? por que a vw esta dando a oportunidade de muita gente que comprou o golf sapão ter um golf da 7º geração.

    ResponderExcluir
  31. Deviam deixar a suspensão multilink pelo menos na versão Highline com motor 1.4TSI e câmbio Tiptronic, como é no modelo Jetta. Nada contra o eixo de torção, e muito menos contra a caixa Tiptronic que me parece ser mais confiável que a própria DSG. Vamos esperar, meu eu presumo que os preços até aumentarão com esse realinhamento de modelos. Pelo menos é o que a história recente mostra.

    ResponderExcluir
  32. Tenho o Golf Mexicano e no seu caso compraria o mexicano. Primeiro excelente câmbio e suspensão e ainda desconto. Quer mais o que???

    ResponderExcluir
  33. Bom dia pessoal,

    vocês acham que compensa pagar no modelo mexicano, ano/modelo 14/15 R$86,900 ? O golf é o comfortline, cor prata, com pacote elegance e teto. Ou acham que agora com a chegada do nacional vão aparecer mais ofertas ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que está caro. Tem q abaixar esse preço aí.

      Excluir
    2. Felipe,

      Pede 2k de desconto e leva o carro; o Golf TSI e GTI mexicanos (como o alemão) estão num nível superior, acima da versão tupiniquim, é outro carro!

      A VWB nivelou seu clientes por baixo, sempre pensei que haveria uma versão Trend com suspensão eixo rígido e motor 1.6; e como foi dito aqui, para substituir o Sapão que tem uma clientela muito fiel ainda; mas colocar caixa tiptronic e eixo rígido no Comfort e High é um crime, uma sacanagem com os "entusiastas" da Marca.

      Negocia o mexicano e seja feliz! Sds

      Excluir
    3. Desculpa a ignorância no assunto, mas já é certeza que o nacional será com essa configuração ou trata-se de uma forte especulação ?

      abs,

      Excluir
    4. Me baseio no CarBlog e na Web, mas se há fumaça há fogo, portanto negocie e feche logo seu mexicano pra não se arrepender depois, sabendo que é mono combustível, mas acredito que rodar no etanol em BH não é vantagem como é em Goiânia e São Paulo e arredores. Sds

      Excluir
    5. Seguinte, depois de chorar o vendedor chegou em R$84.900, porém, apareceu outro carro na jogada, que seria um highline, porém esse sem teto e sem o pacote elegance. Ambos estão praticamente o mesmo preço, já que o highline vermelho está por 82900 e o prata tungstenio (mesma do comfort) por 84900. Fiquei na dúvida de o que é melhor... O comfort com elegance e teto, contra um highline sem pacotes opcionais. Agradeço a ajuda de vocês!

      Excluir
    6. Seguinte, depois de chorar o vendedor chegou em R$84.900, porém, apareceu outro carro na jogada, que seria um highline, porém esse sem teto e sem o pacote elegance. Ambos estão praticamente o mesmo preço, já que o highline vermelho está por 82900 e o prata tungstenio (mesma do comfort) por 84900. Fiquei na dúvida de o que é melhor... O comfort com elegance e teto, contra um highline sem pacotes opcionais. Agradeço a ajuda de vocês!

      Excluir
    7. Meu Golfão tem teto panorâmico e é muito legal, sensação próxima de estar num conversível, mas atenção, a partir de 8o km/h não funciona, tens que fechar. Num clima muito quente, úmido e de muita poeira vc nunca ou raramente vais abrir o teto; já no clima temperado, o dia de sábado e domingo de sol é um prazer muito grande rodar com teto aberto e em baixa velocidade. Em suma, clima quente e úmido, eu iria de Highline sem teto, clima temperado de Comfort Elegance com teto. No Highline o acabamento é muito superior e já vem com cruise control e controle na direção, espelhos retrateis. A decisão sua está no teto panorâmico, vais utilizar ou não, se for ficar fechado vá de Highline tungstênio, pois carro vermelho é que nem mulher muito bonita, só pro outros. Boa sorte! Sds

      Excluir
    8. Concordo com o Eddie. Aqui onde moro, teto solar não compensa. No meu carro, que não tem teto solar, ando sempre com ar ligado e vidros fechados, pois o sol é forte e o calor é grande mesmo de noite. Se você deixa o carro estacionado sob o sol forte, o teto solar também deve aumentar o calor dentro do carro.

      Não lembro o que vem no pacote elegance do comfort, mas algo que acho muito legal no Highline são as belíssimas lanternas de led.

      Também curto carro vermelho, mas só pros outros.

      Veja quais as suas necessidades e decida.

      Excluir
  34. Carlos fica comparando renegade, com focus, e outros carros com o objetivos de achar que todos modelos de volks é melhor!!!!! não é bem assim Carlos. tem que ter mais respeito sobre isso.
    primeiro, renegade é carro SUV, não foi feito pra correr, e sim andar. e tem mais carlos, tá sendo imaturo, muito imaturo. se achando que volks é tudo. Carlos pára de comparar carro, que volks Golf é melhor do que focus e blá blá blá, jetta é melhor e blá blá e up! e blá blá blá, ou seja, fica puxando muito saco de volks, só volks, tá igual torcida de futebol. carlos, se você agir com maturidade não estaria muito puxando saco com volks. o que eu to querendo dizer é você abrir a mente. expande a sua consciência, afinal ninguém é melhor de ninguém não "mermão", se toca,

    vamos agir de lado mais racional, ser mais analítico!
    passar bem, uma boa tarde a todos!

    ResponderExcluir
  35. É óbvio e justo que as empresas tomem decisões administrativas, visando lucro... Óbvio... Logo, pra mim, está claro que a decisão da VW nos mercados de pouco giro é a redução de custos, adequando o produto a cada mercado... Na Alemanha o Golf vende uma média de 20 mil unidades por mês... E vende muito na Europa como um todo... No brasil, em agosto, não chegou a 600 e nos EUA iniciou vendendo menos que mil (e o mercado lá é gigante!)... Agora que embalou e a família Golf chegou a 7 mil vendas por mês... Mas a estratégia já estava definida com a produção no México e para abastecer América Latina também... Onde precisa, a VW arrebenta, com um Golf top! Nos outros mercados ela joga o jogo... Justo pra ela, triste pra nós...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc tem razão, menos unidades, mas com uma margem maior, não acredito que a economia gerada na adoção generalizada da tiptronic e eixo rígido, a VWB vai repassar (dar) para o cliente, lamentável. Vou cuidar bem do meu "alemão".

      Excluir
  36. Deve admitir que nunca pensei em comprar um Golf. Sempre achei muito sem graça por fora, mas nunca tinha dirigido o carro. Mas agora estava precisando comprar um carro e olhei de tudo até uns 90k.

    Quase fechei um Cruze, mas o motor é muito fraco, não dá mesmo. Fica só com o visual.

    O Focus, já tive duratec, continua um bom carro, acelera bem, tem bastante acessório, é muito bonito. Mas o espaço interno é uma piada e as reclamações do powershift são muitas. Eu conheço uma pessoa que trabalha na Ford e ela me disse pra pensar bem !!!

    Hoje eu andei no Golf e comprei o carro ! Nunca poderia esperar que eu compraria um Golf. Mas depois de andar no carro tudo muda... Putz, o carro é sensacional de dirigir. Eu desci do carro pensando "que bosta... gostei demais do carro", e pra minha surpresa minha esposa que também dirigiu pensou o mesmo e ela estava ainda mais empolgada do que eu.

    Comprei o mexicano mesmo. Highline + Teto + Elegance. Recebo o carro em 6 dias.

    Neste momento eu estou surpreso com uma coisa: Como é que o Focus quer ser da mesma categoria do Golf ? Bicho, não dá ! Eu já tive Focus, andei duas vezes no 2015 e não dá mesmo... O Golf é muito mais carro, é sentar no banco e começar a sentir a diferença.

    A VW deveria divigular melhor o carro, acho que como eu, tem muita gente que não sabe como realmente é o carro ao andar.

    ResponderExcluir
  37. Comprei um VW GOLF 1.4 TSI - Mexicano -, comprei com 19000km. Sensacional o Carro. Estava em dúvida entre FOCUS, HRV e GOLF. Pesquisei bastante antes de fechar, não sou um expert em veículos, mas o material, o acabamento e o desempenho do GOLF é muito melhor que os demais...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.