Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen Phaeton: nova geração pronta, mas atrasará

Categorias: , 11 Comentários

A Volkswagen AG (Alemanha) optou por atrasar o lançamento da nova geração do modelo topo de linha Phaeton, para melhorar sua lucratividade.


A nova geração do Phaeton está pronta para a produção, mas não será colocado em linha pois custa mais três vezes para ser produzido que um Passat.


O Phaeton, que custa mais de US$ 100 mil dólares nos mercados europeus, é um projeto de estimação do ex-Chairman do Grupo VW, Ferdinand Piech, mas é considerado uma anomalia no line-up da VW - caracterizado por sedãs, hatchs e SUV pragmáticos. Já o Phaeton é fabricado em uma fábrica especialmente feita para ele em Dresden, com técnicos vestindo uniformes brancos e, em alguns casos, até luvas. E é cheio de frescuras no interior, como detalhes em madeira e assentos ajustáveis em 18 direções.

Ocorre que Piech perdeu o cargo depois de uma disputa de poder com o atual CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn. Assim, sem seu "padrinho poderoso", o projeto parece estar sendo reavaliado sob uma ótica mais racional, e, segundo analistas, terá sorte se sobreviver.

O apreço de Piech pelo Phaeton era de tal ordem que muitos executivos da VW tiveram suas carreiras encerradas dentro da empresa por se contrapor ao sedã. Wolfgang Bernhard, ex-CEO da VW nos EUA, foi demitido depois de tirar o carro de linha nos EUA, em decorrência da fraca demanda.

Baixas vendas

O Volkswagen Phaeton foi criado para concorrer com o Mercedes-Benz Classe S e ser capaz de cruzar serenamente a 300 Km/h. De fato, ele faz isso, mas enquanto a Daimler vende mais de 100.000 Classe S por ano, em 2014 foram fabricados cerca de 4.000 Phateon.


O retrabalho no Phaeton é também um sinal que a direção da Volkswagen envia aos mercados que, com o fim da era Piech, o conglomerado se move para uma busca de maior lucratividade.

Fonte: AutoNews / Fotos ilustrativas do VW C Coupe Concept

Postagens relacionadas:

11 comentários:

  1. Quem, em sã consciência, deixaria de comprar um Classe S, referência no segmento há décadas, para comprar um VW? As vendas comprovam claramente o que digo, ainda que alguns fanáticos possam vir com argumentos "únicos" a favor do quase desconhecido Phaeton.

    Nesta faixa de preço, prestígio e status contam tanto quanto a qualidade e a tecnologia de um veículo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então só por causa disso ela não pode concorrer? é o mesmo que dizer que nenhuma montadora coreana deveria entrar num segmento dominado por japoneses.

      Excluir
    2. Ainda tem um detalhe, provavelmente o Phaeton custa o mesmo que um Classe S, fazendo injustificável pagar isso tudo nele, não que o Phaeton não seja um carro bom, mas querer pagar de igual para igual com uma marca que já tem anos de tradição no mercado de ultra luxo assim de cara é jogar dinheiro fora.
      Deveriam ter feito que nem a KIA com o K900/Quoris, oferecer o mesmo em luxo e requinte que um Classe S, só que com a metade do preço, que é o que ocorre nos EUA.

      Excluir
    3. Essa é a questão: claro que a VW pode e deve concorrer - e tem competência técnica para fazer um carro de alto nível como o Phaeton -, mas nesta faixa de preço há coisas que a marca não consegue igualar, como requinte, status e prestígio, fundamentais para quem se dispõe a pagar tanto por um carro.

      Excluir
    4. Como assim um VW?Um super VW, que fez um super carro alemão legítimo, aliás, diga-se de passagem o melhor alemão. So perde nos status mesmo, pq VW e uma marca popular. Lindo esse sedã

      Excluir
    5. Para mim, nem Phaeton, nem Classe S, prefiro o novo Serie 7.

      Excluir
    6. Para mim, nem Phaeton, nem Classe S, prefiro o novo Serie 7.

      Excluir
  2. Bom o fato importante não é isso
    Quem esta disposto a desembolsar uma boa grana, quer exclusividade e não ser mais na multidão:
    Esse carro é cara e fuça de todos os VW
    Ora Ora é um passat alongado para todos os lados, ao meu ver sem chance de conquistar um lugar de destaque
    para isso teria sim ter um design diferenciado e exclusivo, e ca enre nós que interior pobre
    VW vc tem excelentes automóveis, mas design é muito pobre

    ResponderExcluir
  3. se por um lado Piëch queria um carro exclusivo, conseguiu, pois vendeu pouco kkkkkkk mas creio que esse carro não será mais lançado, pois quem tem a maioria dos votos do grupo VW é a Porsche SE, que tem como líder hoje Wolfgang Porsche, primo e antigo rival de Piëch... se o Phaeton é um capricho de Piëch lá na reunião do conselho da VW a manda-chuva Porsche irá barrar o carro! tcha Phaeton!

    ResponderExcluir
  4. Eu até gosto do phaeton, mas jamais trocaria um bentley, classe S ou outro do segmento por ele.
    Falta muito para um VW chegar ao nível se exclusividade e prestígio de uma Mercedes. Tem que fazer como a kia e a hyundai, desenvolver ótimos produtos mas com um preço bem inferior. Sinceramente acho que nem na cadillac, infiniti e lexus a VW chega em exclusividade e prestígio.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.