Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Chrysler 300C 2015: preço, consumo e desempenho

Categorias: , 20 Comentários

A Fiat Chrysler lança no Brasil o 300C 2015, veículo sedã de porte avantajado, com motor Pentastar 3.6 com 296 cv e 36 kgfm, tração traseira, câmbio automático de oito marchas e preço sugerido de R$ 204,9 mil em versão única.

Novo Chrysler 300C 2015

O Chrysler 300C 2015 traz alterações estéticas na grade dianteira, para-choque dianteiro, rodas de 20 polegadas, lanternas, para-choque traseiro e no interior, com novos volante, seletor do câmbio e tela multifuncional colorida de 7 polegadas no quadro de instrumentos.

Novo Chrysler 300C 2015

Além do design, o novo Chrysler 300C teve melhorias no motor Pentastar V6 de 3,6 litros recebendo ajustes para desenvolver 296 cv de potência, 10 a mais do que antes. O torque também subiu de 34,7 para 36 kgfm.

Estética

A dianteira do novo Chrysler 300C foi redesenhada para se coadunar com a nova direção de design da marca. Os faróis principais, de duplo xenônio, têm nivelamento automático e incluem luzes de circulação diurna de LED em formato de “C”.

Novo Chrysler 300C 2015

Na traseira, o estilo do Chrysler 300C ostenta novas lanternas de LED, com iluminação permanente no contorno. O para-choque redesenhado tem superfície mais fluida e exibe uma discreta faixa cromada abaixo da tampa do porta-malas, de 500 litros.



O acabamento inferior preto destaca a impressão de largura, suaviza o visual e inclui ainda as novas ponteiras de escape nos cantos.

Interior

O interior é tipicamente norte-americano. Uma das novidades é a tela multifuncional colorida de TFT de 7 polegadas, entre o velocímetro e o conta-giros, ambos com iluminação azul. Esse monitor tem centenas de configurações e pode exibir informações da viagem, como autonomia e consumo médio, além de dados mecânicos como temperatura do óleo do motor e do câmbio, pressão dos pneus e até as coordenadas do sistema de navegação.

Novo Chrysler 300C 2015 - interior

Esse último recurso é um complemento à tela principal do sistema multimídia Uconnect, de 8,4 polegadas. Integrada ao centro do painel e sensível ao toque, ela mostra o mapa e controla uma série de funções de áudio, telefone, ar-condicionado, aquecimento dos bancos (dianteiros e traseiro), entre outras.

Novo Chrysler 300C 2015 - painel

Também novo é o comando do câmbio automático TorqueFlite, de oito marchas. A pequena alavanca deu lugar a um seletor rotativo, livrando mais espaço no amplo console central. Além da grande tela central, o sistema de ar-condicionado e ventilação pode ser comandado ainda por novos botões, logo abaixo dela.


Desempenho e consumo

Os ajustes na motorização permitem ao Chrysler 300C acelerar de 0 a 100 Km/h em 7,9 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 240 km/h. O consumo, segundo o INMETRO, é de 7,1 Km/l de gasolina em cidade, e 10,1 Km/l de gasolina em estrada.

Novo Chrysler 300C 2015

O equilíbrio do chassi é garantido pela suspensão independente nas quatro rodas, com arquitetura de braços duplos articulados (“tipo A”) na frente e braços múltiplos (multilink) atrás. Há também controles eletrônicos de tração e estabilidade, apenas dois dos vários sistemas de segurança do 300C.

Novo Chrysler 300C 2015

Finalmente, a direção, que era eletroidráulica, passou a ter assistência puramente elétrica. E os eixos e suas carcaças, inteiramente novos, de alumínio fundido, são mais leves e colaboram na eficiência do conjunto ao reduzir as perdas por atrito.

Postagens relacionadas:

20 comentários:

  1. Sempre via muito do Chrysler 300C pelas ruas, acho que a FCA podia aproveitar e importar pra cá o 200C, esse também é muito bonito e podia competir com o Série 3 ou Classe C.

    ResponderExcluir
  2. Ninguém compra isso, só serve para levar noiva na igreja.

    ResponderExcluir
  3. Esse carro já foi bonito. Depois perderam a mão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostava mais da geração "baby Bentley", mas não acho essa geração feia.

      Excluir
    2. Eu gostava mais da geração "baby Bentley", mas não acho essa geração feia.

      Excluir
  4. Incrivel como carro Americano de segunda linha como Chrysler e Jeep são vendidos no Brasil como "premium". Só brasileiro mesmo para comparar com Audi/BMW/Mercedes. Nos EUA eles são classificados abaixo dos Japonseses e até da Ford.

    ResponderExcluir
  5. Incrivel como carro Americano de segunda linha como Chrysler e Jeep são vendidos no Brasil como "premium". Só brasileiro mesmo para comparar com Audi/BMW/Mercedes. Nos EUA eles são classificados abaixo dos Japonseses e até da Ford.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Aí americano não pode ter marca premiu, só alemaum é premiu"
      O carro tem um ótimo acabamento, ótimo sistema de som, muitos itens de segurança, um bom motor V6, tem um estilo imponente e mesmo assim não é premium? Cadilac e Lincoln foram onde então? Marca de quartinho então?
      É cada um que aparece, tem gente que é mãe Dina mesmo.

      Excluir
    2. As marcas Premium americanas são Cadilac e Lincoln. A Chrysler é uma marca ruim mesmo. Tanto é que já faliu várias vezes desde a década de 70. A qualidade não é nem mediana, é ruim. Para vender, colocam os preços muito baixos (produto popular se você me entende), assim como as coreanas. Aqui são vendidas como premium...

      Excluir
  6. Respostas
    1. Com certeza.
      O Carlos vai dizer que o espaço interno "dianteiro" do Up é igual ao do 300C.

      Excluir
    2. Gabriel, o espaço interno do UP é bem maior que o 300c, segundo algumas pessoas aqui, Noé deixou de usar a arca, pq o UP cabia muito mais animais. :)

      Excluir
    3. Kkkk senti falta dessa comparação mesmo, o câmbio imotion do Up! é mais esperto...

      Excluir
    4. Kkkk senti falta dessa comparação mesmo, o câmbio imotion do Up! é mais esperto...

      Excluir
  7. uahuahuahuahuahuahuahuahuah!!!!!!! a carlota joaquina vai dizer que mal da pra levar o sirilo junto com ela kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. isso é um carro!!!! perto disso o up é um chaveirinho !!!

    ResponderExcluir
  9. esse povo viaja demais, nem aqui nem no eua a chrysler jamais foi uma marca generalista e nem premium , os eua tem mercado aberto não é essa gaiola somente com "kirela de galinha" como no brasil, é uma opção ao consumidor que deseja um automovel honesto com bom acabamento, a um preço razoavel

    ResponderExcluir
  10. já o preço no brasil, bem, acho que nem mereçe analogia por não ter coerencia de mercado nenhuma

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.