Car.blog.br

Pesquisar este blog

Peugeot 2008: produção nacional do SUV é iniciada

Categorias: , , 12 Comentários

A PSA Peugeot Citroën iniciou a produção em série do novo SUV compacto da marca Peugeot, o 2008 - veículo que chega para concorrer com o Ford EcoSport, Honda HR-V, Chevrolet Tracker e Jeep Renegade.

Peugeot 2008 Brasil

A PSA Peugeot Citroën investiu cerca de R$ 400 milhões no desenvolvimento do novo Peugeot 2008 no Brasil e na adaptação do Polo Industrial de Porto Real para produzi-lo. No total, foram 3 anos de um trabalho que envolveu uma equipe de mais de 300 pessoas baseadas no próprio Centro de Produção e no Latin America Tech Center, o Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Design da PSA Peugeot Citroën, que tem sede no Brasil.

Peugeot 2008 Brasil

Segundo a PSA, o Peugeot 2008 trará ao segmento dos SUV’s compactos o conceito do i-cockpit, que associa a utilização do volante multifunções de dimensões reduzidas ao painel de instrumentos em posição elevada e à central multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque e integrada.

Peugeot 2008 Brasil

Outra novidade do modelo é a alavanca do freio de mão do tipo manche de avião. As cores e os materiais do interior foram pensados para criar um ambiente que remeta ao universo SUV.

Peugeot 2008 Brasil - interior

O Peugeot 2008 começa a ser fabricado no Brasil com um índice de nacionalização bastante elevado: cerca de 80%.

Peugeot 2008 Brasil - interior

Além disso, a empresa anuncia que o modelo congrega 31 kg de materiais verdes em sua construção, como carpetes, que utilizam PET reciclado, EVA reciclado e resíduos de madeira certificada e o para-barro, que utiliza Polipropileno reciclado.

Peugeot 2008 Brasil

Para lançamento no Brasil, o Peugeot 2008 passou por cerca de 800 mil km rodados em testes de adequação à realidade das vias brasileiras.

Postagens relacionadas:

12 comentários:

  1. É um carro bonito, mas se não tiver marketing agressivo não vai vender.

    ResponderExcluir
  2. Esse é meu medo.. "índice de nacionalização elevado" pra mim significa "Mais plásticos e material ruim"

    ResponderExcluir
  3. PELO QUE LI NAO VAI TER CAMBIO AUTOMATICO NO LANÇAMENTO, E DEPOIS SE VIR O DE QUATRO VAI VIRAR MICO

    ResponderExcluir
  4. Externamente envelheceu muito desde o lançamento em 2013 e está sendo lançado numa hora muito pouco favorável. Acabaram de chegar o HRV da Honda e o Renegade da Jeep e pra completar, Ecosport e Daster dominam o mercado.

    Tempos difíceis.

    ResponderExcluir
  5. Como sempre a Peugeot se atrasa na produção e vai lançá-lo num momento ruim da economia e ainda perto do HR-V e do Renegade sem contar a ausência do câmbio automático no início (coisa que eu não acho essencial, mas o mercado pra crossover/SUV exige). Aí a marca não vende e não sabem porquê. Assim fica difícil. Quem sabe não é hora da chinesada assumir o controle total ou vender a empresa pra um grande player como Toyota ou VW?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porém o mercado teve reação....
      http://carros.uol.com.br/album/2015/03/17/marco-comeca-com-reacao-veja-os-15-carros-mais-vendidos.htm?imagem=1

      Excluir
    2. Que reação?
      os tradicionais estão caindo, por que?
      provavelmente as PJ estão comprando menos
      Para o HB 20 estar em 1º, em coisa errada?

      Excluir
    3. Como PJ comprando menos ? A Strada é o mais vendido !

      Excluir
  6. A Peugeot tem prestar atenção na questão do pos venda. Nao sei em outros lugares mas aqui ( Salvador /Ba ) a coisa nunca foi boa, só ha pouco tempo passamos a dispor de uma segunda concessionaria sendo que Salvador é uma das maiores cidades do país.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, todo mundo que eu conheço que comprou na Danton falam mal do pós venda. Até a Jac que mal chegou já dispões de duas CSS (Pituba e Lauro de Freitas) e o atendimento é exemplar!

      Mas confesso que tenho uma queda pelo design da Peugeot, acho a qualidade geral excelente, e coloco o 308 THP como o 2° melhor hatch médio, abaixo apenas do Golf.

      Excluir
    2. Exatamente isso, também gosto dos carros o problema é o que vem junto com eles.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.