Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fixação ISOFIX de cadeiras infantis passa a ser obrigatório

Categorias: , 18 Comentários

O Departamento Nacional de Trânsito, DENATRAN, publicou hoje Resolução do Contran nº 518 (veja aqui), que obriga a adoção de fixação ISOFIX por todos os carros e comerciais leves vendidos no Brasil em um prazo de cinco anos.

Hyundai HB20 2015 - ISOFIX

Segundo a nova norma, os automóveis, camionetas, e utilitários deverão possuir ao menos uma ancoragem inferior ISOFIX e uma ancoragem do tirante superior ISOFIX para fixação de cadeirinhas de criança em um dos assentos do banco traseiro.

Além disso, a Resolução 518 do Contran obriga que os automóveis, caminhonetes e utilitários vendidos no Brasil disponham de cinto de segurança de três pontos e apoios de cabeça em todas as posições  de assento.

A norma vale para os novos projetos de veículos produzidos ou importados, 3 anos a partir deste data. Já os modelos em produção terão um prazo de cinco anos para se adequar.sendo facultado antecipar, sendo facultado antecipar a sua adoção total ou parcial.

Adequação

Com a publicação de nova legislação, alguns veículos à venda no Brasil já estão parcial ou totalmente adequados. O Volkswagen up!, por exemplo, já conta com duas posições ISOFIX na traseira, e, a partir da versão Move-up!, conta com três apoios de cabeça na traseira, mas falta o cinto de segurança na posição central do banco traseiro.

Volkswagen up! - ISOFIX

Entretanto, há outros modelos que precisarão de uma adequação maior. É o carro do Novo Ka, por exemplo, que não oferece nem ISOFIX e nem três apoios de cabeça traseiros em nenhuma de suas versões.

Novo Ford KA - ISOFIX

O Fiat Palio Fire, modelo de acesso da Fiat, por exemplo, também não conta com nenhum apoio de cabeça no banco traseiro (imagem abaixo).

Fiat Palio Fire - banco traseiro sem apoios de cabeça

Esses modelos, que já estão em produção, terão até 2 de fevereiro de 2020 para se adequar.

Postagens relacionadas:

18 comentários:

  1. Infelizmente, no Brasil, a coisa só funciona assim, na base da obrigatoriedade. Se o consumidor tivesse o mínimo de consciência, nem seria necessário uma lei para obrigar as fabricantes a colocarem um equipamento básico de segurança no veículo.

    E 5 anos é muito tempo, pois muitos só irão colocar no último ano, ou seja, até lá grande parte utilizará a cadeirinha do seu filho fixada de maneira pouco eficiente e insegura. Lamentável esse lapso temporal tão grande.

    ResponderExcluir
  2. É triste ver projetos modernos sendo lançados sem Isofix e sem 3° apoio de cabeça. Agora, o mais bizarro é observar que ainda existe algum carro, hoje em dia, que vem sem encostos de cabeça no banco traseiro, parece que é piada.

    Seria muito melhor que a obrigatoriedade já fosse para o início do ano que vem. Salvo engano, entre os populares, os únicos com Isofix são HB20 e Up!. E com 3° encosto de cabeça traseiro, salvo engano, Gol, Palio, Uno e Up!.

    Vale lembrar que também deveriam obrigar que todos os veículos possuíssem cinto de 3 pontos central, pois o ÚNICO modelo popular que o possui é o Novo Uno, em forma de opcional.

    ResponderExcluir
  3. Resta saber se o Inmetro já homologou carteirinhas com Isogix para a venda no Brasil, pois, até pouco tempo atrás não havia homologação para nenhum fabricante.

    ResponderExcluir
  4. Ótima notícia,poderiam ter aproveitado e também exigir,ESP e HLA,aí por exemplo,o VW up! teria que se adequar,pois não oferece esses itens,em nenhuma de suas versões,estranhei colocarem uma foto do HB20,mas ao ler a matéria,o melhor carro de todos os tempos,estava lá em dose dupla,e pra não deixar de ser o CarblogVW,tinha que citar o Ka,mas o Ka que já é bom,vai ficar melhor ainda com esses itens,e com ESP e HLA que o maravilhoso up! não tem,nem como opcional kkkkk.

    ResponderExcluir
  5. Bacana, agora falta o Imetro regulamentar as cadeirinhas com o sistema isofix....Porque hoje essas cadeirinhas só nos EUA......

    ResponderExcluir
  6. Cadê o controle de estabilidade e tração obrigatório?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ainda vai demorar e muito tempo para ser obrigatório no Brasil. Na Europa por exemplo isso só virou lei ano passado.

      Excluir
  7. Resolução estúpida essa. A adequação vai sair do bolso do consumidor, não do caixa das montadoras. E quem disse que todo mundo tem filhos pequenos pra se preocupar com isso? Deixe as pessoas com essa necessidade escolherem os carros que possuem isofix (e paguem mais caro por eles)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, cada um deve ter a consciência do que é necessário para si !!!!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Discordo completamente, mesmo que você não pretenda nunca em sua vida ter um filho, e que seu carro vá para o ferro velho após você utilizá-lo, em algum momento pode ser necessário carregar uma criança nele; se todos os veículos possuíssem este sistema a criança, seja ela quem for e de quem for, viajaria com mais segurança.
      Além disso o encosto de cabeça e cinto de 3 pontos em todos os assentos trazem mais segurança a todos, não só para as crianças.
      O que é um absurdo é ter que baixar uma resolução estúpida para obrigar os fabricantes a oferecer equipamentos de segurança tão simples e baratos, mais absurdo é um prazo de 5 anos para implementar tais equipamentos e mais absurdo ainda é a resolução não obrigar as montadoras oferecerem tais itens sem repasse de custos ao consumidor, pois as montadoras mesmo já tendo lucros astronômicos nos carros que vendem no Brasil, certamente vão aumentar ainda mais os preços.
      Agora a resolução estúpida com certeza só é necessária porque como você os consumidores brasileiro em sua grande maioria compram seus carros somente olhando só para estilo, itens de conforto (que em sua grande maioria são supérfluos), e colocam os itens de segurança em ultimo lugar (quando se lembram que eles existem).

      Excluir
    4. MUITO SE ENGANA , FELIZMENTE NEM TODOS ESTÃO DESLIGADOS DISSO , NUNCA TIVE CARRO E AGORA ESTOU PROGRAMANDO PRA TER , TENHO 3 FILHOS E A RESOLUÇÃO ESTUPIDA ESTA EM ALTA , MAS SÓ FERRA O CONSUMIDOR , SEMPRE ATE ANDANDO DE BICICLETA COM MINHA FAMILIA USAMOS ITENS DE SINALIZAÇÃO NO TRANSITO , SEGURANÇA ME OBRIGA DESDE JA COMPRAR CARROS MAIS CAROS DO QUE POSSO PAGAR POR TEREM DE SERIE ITENS DE SEGURANÇA. GRAND VITARA ,JEEP RENEGATE , E OUTROS SUVS , SÓ ASSIM PRA CABER 3 CADEIRAS O CARRO TEM QUE SER LARGO POIS CADA CADEIRA TEM EM MEDIA 47 CM, ENFIM TUDO NO BRASIL É RIDICULAMENTE CARO.

      Excluir
  8. De que adianta obrigar os carros a adotarem o sistema se a venda de cadeirinhas com isofix ainda não foi liberada no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me parece que em out ou nov/2014, finalmente o INMETRO regulamentou o isofix.
      Mas também pergunto: será que elas vão começar a ser vendidas (com preço mais ou menos viável) antes de 2020 ? já existem alguns carros vendidos no Brasil que disponibilizam o sistema isofix já a alguns anos no mercado.
      E será que até 2020 estas cadeirinhas já terão sido testadas ? Senão, como podemos ter um mínimo de garantia e confiança de que estaremos comprando bons produtos, e não produtos como os atuais que receberam avaliação bem baixa nos testes realizados.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.