Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

Recall da Volkswagen foi suspenso por determinação judicial

Categorias: , , 16 Comentários

Por determinação judicial do Desembargador Carlos Marchionatti do Rio Grande do Sul, foi revogada ontem - 15/01 - os efeitos da liminar que obrigaria a VW do Brasil fazer recall de 400 mil carros Fox, Gol e Voyage fabricados entre 2009 e 2010 para troca de motores e/ou componentes com desgaste prematuro.

Recall Volkswagen Justiça

Segundo esse Desembargador a medida " afeta e prejudica o nome e o prestígio da fabricante". E diz mais: "alia-se ao exposto o caráter público e notório de que a Volkswagen do Brasil prima pela qualidade da sua produção e dos serviços das concessionárias autorizadas, peculiar às fábricas de veículos automotores, produção e serviços submetidos às exigências técnicas mais rigorosas".

Recall Volkswagen Justiça


A empresa se manifestou esclarecendo que em 2009 assim que o problema foi constatado ela propôs a solução imediata sem custo para os clientes e com extensão da garantia do motor deixando claro que o problema não representava risco para o consumidor. Ao mesmo tempo reitera seu comprometimento com a qualidade dos seus veículos fabricados há mais de 60 anos no Brasil.

Abaixo reproduzimos a íntegra do Comunicado da Volkswagen do Brasil:
"Comunicado

A Volkswagen do Brasil comunica que o Desembargador Carlos Cini Marchionatti, integrante da 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, revogou na noite de ontem (15/1) os efeitos da liminar que determinava à Volkswagen recall de veículos Fox, Voyage e Novo Gol anos 2009/2010, para verificação de desgaste prematuro do motor.

O Desembargador Carlos Cini Marchionatti entendeu que a medida poderia levar à formação de uma situação irreparável "que afeta e prejudica o nome e o prestígio da fabricante". Segundo ele "alia-se ao exposto o caráter público e notório de que a Volkswagen do Brasil prima pela qualidade da sua produção e dos serviços das concessionárias autorizadas, peculiar às fábricas de veículos automotores, produção e serviços submetidos às exigências técnicas mais rigorosas".

A Volkswagen do Brasil esclarece que em 2009 constatou o inconveniente, que não representava nenhum risco à integridade física e a segurança do consumidor e, pró-ativamente, comunicou e detalhou o fato às autoridades como o DPDC, o Procon e os Ministérios Públicos de diversos estados do Brasil à época, que entenderam o tema e aceitaram a proposta feita pela Volkswagen que para a solução do caso fosse realizada uma campanha de oficina ativa em todas as autorizadas da marca, para verificação e a troca de óleo do motor sem custo para os clientes. Adicionalmente, foi dada uma extensão de garantia aos motores envolvidos na campanha de oficina ativa.

A Volkswagen do Brasil reitera o seu compromisso de qualidade de seus produtos e serviços com os consumidores brasileiros, com mais de 20 milhões de veículos produzidos em seis décadas de País e com um volume de exportações superior a 3 milhões de unidades. No ano passado, o modelo Gol conquistou pelo 26º ano consecutivo o título de carro mais vendido do mercado nacional, que somados aos 24 anos de liderança do Fusca, garantem à Volkswagen a marca de 50 anos como o carro preferido dos brasileiros."

16 comentários:

  1. Cara, que esse Recall era sem propósito já que a VW já se pronunciou no passado e deu uma guaribada, até aí tudo bem. Mas que esse desembargador deve ter um caso de amor com a VW é certo. Nunca vi ninguém elogiar a VW tanto assim.

    ResponderExcluir
  2. olha que é muito serio uma coisa dessas, um trantorno um proplema para todos os lados assim como o consumidor em ter que deixar o carro um dia pelo menos na loja, e um absurdo em termos de gastos pra volksvagem, 400 mil carros nao sao 400..

    ResponderExcluir
  3. Tava na cara que iria cancelar. A decisão anterior era de primeira instância e de uma juíza substituta. Pior: o Judiciário do RS adora uns holofotes. E o MP também.
    A juíza fez para a aparecer mesmo. Já teve seus 15 minutos de fama.

    ResponderExcluir
  4. Na época fizeram a substituição das unidades defeituosas, e com as novas recomendações, não deveriam mais dar problemas, assim como os modelos mais novos não dão.

    Eu tenho um G5 da primeira fornada, 08/09, que não deu nenhum problema no motor nem no para-brisa. Ainda o tenho e não tenho do que reclamar.

    Certamente ainda devem haver alguns casos de gente que ainda tem problemas com o motor, mas grande parte das reclamações e defeitos parecem ter sido sanadas após as providências que a VW tomou ainda em 2009.

    Esse de agora parece meio descolocado, e estava na cara que não ia pra frente.

    ResponderExcluir
  5. Preferem proteger as grandes empresas, do que o consumidor, agora quem tiver problemas com esses carros terão que arcar com o prejuizo, eta Brasil. No EUA a Toyata esta na mira com vários problemas enfretados nos seus carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você! Achei uma falta de respeito com o consumidor. Lamentavel. Volkswagen nunca mais para mim!

      Excluir
  6. Brasil, mostra tua cara quero ver quem para pra gente se f.........r,
    que cara mas.

    ResponderExcluir
  7. Se fosse em 2010, talvez colasse, mas a essa altura do campeonato era quase certo que o RS iria perder essa, e como diz na matéria, a "fama" da VW de carros robustos iria pelo ralo. porém todos sabem que esses motores da VW não são tão bons como os AP de antigamente.

    ResponderExcluir
  8. Que mão bem molhada esse Fulano de tal levou !!

    ResponderExcluir
  9. Que mão bem molhada esse Fulano de tal levou !!

    ResponderExcluir
  10. A VW me vem com essa pérola que os problemas em seus veículos não oferecem riscos à integridade física e a segurança dos consumidores. Gostaria de saber qual a reação dos diretores da VW se, ao comprar um carro deparassem com os problemas enfrentados pelos 400.000 infelizes proprietários de veículos dessa marca. É de se super que quem compra um carro novo, espera, no mínimo não ter problemas por algum tempo. Quando em 2009 optei por comprar um carro novo cheguei a pensar em comprar um VW, graças a Deus não tive esse desprazer. Quanto à decisão do Juiz cassando a ação que obrigava a VW a fazer o recall, alegando que taz decisão afetaria o bom nome da empresa, parabens Sr. Juiz, entretanto os consumidores que arquem com as cores de cabeça resultantes da irresponsabilidade de uma montadora que não tem compromisso com seus clientes. Ainda fica uma dúvida: lezar 400.000 consumidores, isto não é crime contra a economia popular, onde está o MP que não chama a VW às falas.

    Francisco de Sales
    Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
  11. Bom saber que essa montodora não tem compromisso com seus produtos e clientes.Porque sou proprietaria de um gol 2009 que apresentou problemas e tivemos um gasto de 3.000, fiquei sabendo disto esta semana; que falta de sorte! Porém a vw tera um cliente a menos da marca; talvez o gasto que deixaram de ter com o cliente seria menor do que perdê-los para sempre.

    ResponderExcluir
  12. meu voyage tbm ta com problemas no motor,ta batendo os pistoes,é defeito de fabrica,,e essa fabricante me vendeu o carro sabendo q eu ia ter problemas futuros,,isso é crime e vou processa-la esse mes,com todas provas que tenho.quebrou com 15 mil km,deve ter sido feito de papel higienico esse motorzinho

    ResponderExcluir
  13. motor de papel



    saulo robson de lima

    sao paulo

    ResponderExcluir
  14. tenho um tambem 2008 que ate hoje gera problemas coloquem mesmo na justiça que e direito seu,o carro nao presta mesmo

    ResponderExcluir
  15. Esse desembargador deve estar levando o dele por fora. E o consumidor como fica???Que justiça podre essa.No meu caso o Voyage 1.0 2009/2010 está apresentando baixa no nível do óleo e ruído com 2000 rpm. Já decidi que VW nunca mais.Desembargador mais fdp.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões) ou conteúdo ofensivo serão apagados sem prévio aviso.